Todas as mulheres sabem da importância de uma higiene íntima completa. Mas o que é certo ou errado?

Muitos comportamentos são aprendidos desde a infância e tomados como corretos. Outros são adquiridos com o tempo, resultado de informações de fontes variadas e muitas vezes incorretas.

Um bom exemplo é o uso do papel higiênico. Utilizamos por tanto tempo que não nos questionamos o quão eficaz é a nossa higiene diária, não é mesmo? O papel higiênico é eficaz na limpeza principalmente por sua maciez e poder de absorção. No entanto, o lenço umedecido é um aliado importante no dia a dia e deve ser utilizado junto com o papel.

A fase úmida é importante para remover por completo alguns resíduos. Antigamente, utilizávamos duchas e bidês para exercer este papel, no entanto, eles são menos higiênicos do que parecem: o bidê, por exemplo, faz com que os resíduos circulem na água antes de serem eliminados por completo. Ou seja, eles acabam voltando a entrar em contato com o nosso corpo.

Os lenços umedecidos têm essa grande vantagem: são descartáveis. O risco de que germes e impurezas voltem a entrar em contato com a pele reduz drasticamente, além de serem muito mais versáteis e práticos. Podemos leva-los para qualquer lugar!

Para as mulheres essa facilidade é especialmente vantajosa. Com uma região íntima mais sensível, eliminar resíduos pode ser sinônimo de conforto e bem-estar, além de nos mantermos livres de infecções e alergias.

Um cuidado importante: os lenços devem ser utilizados apenas na região externa, sem esfregar. Assim você garante conforto e cuidado, sem eliminar suas defesas naturais. Calcinhas de tecidos mais porosos, como o algodão, também ajudam a promover a sensação de bem-estar, uma vez que permitem a ventilação na região.

 

Dra. Marcia Araujo

http://dramarcia.com.br/

CRM 79920

comentários